Siga-nos por Email:

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Goiabada e queijo

 Nem a goiabada é só de Minas, nem comer goiabada com queijo é coisa só de mineiro.
A dupla famosa tem origem búlgara, segundo me informa a Wikipédia. Mas o nome "Romeu e Julieta" foi dado por Maurício de Souza, em 1960, num anúncio para a Cica.

 A goiaba é uma fruta tropical, mais comum no Brasil e nas Antilhas. O nome é indígena, claro, derivado de guaiaba.
Mas o queijo, ah! esse tem que ser o de Minas, patrimônio reconhecido mundialmente.
O queijo Minas artesanal, feito com o leite cru, não pasteurizado, é patrimônio de Minas, sendo amplamente fiscalizada sua comercialização fora do estado. (Patrimônio cultural imaterial brasileiro pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan -, em 2008).
Verdade seja dita, o queijinho de cada dia, para muitos indispensável, está muito caro, sendo encontrado de 14,00 a 22,00 o kg, e como um bom queijo sempre pesa mais de 1 kg, não sai barato tê-lo à mesa diariamente.
Bom saber que a  fabricação de queijo é uma tradição diária nas regiões produtoras. Apenas na sexta-feira da Semana Santa ele não é feito, quando o leite é distribuído na vizinhança e destinado ao doce de leite e às quitandas.  Isso é coisa de mineiro, né? Guardar os dias de devoção.
Embora tão apreciado, não é distribuido no Brasil inteiro. Minha filha, que morou no Paraná, levava queijos e queijos para casa, sempre que vinha a BH, pois lá só se encontra os cozidos, e nunca de marcas mineiras.
E a famosa dupla goiabada com queijo, ou "romeu e julieta" agrada a todo mundo, afinal.
Ou não?
           O famoso queijo curado (casca mais firme, amarelada). Ideal para se fazer o pão de queijo.

                 Cafezim fresquim, passado na hora, pedacim de queijo, trem bão dimais da conta, sô!
(Imagens Google)

8 comentários:

  1. por favor nao me apedreje. adorei a historia mas nao gosto nem de queijo mineiro nem de goiabada. E nasci a menos de 10 km de Minas.

    Ah coisa feia isso...

    ResponderExcluir
  2. Hmmmmmmmmmmmmmmm...Delícia isso! Adoro!!!beijos,linda semana,chica

    ResponderExcluir
  3. Painho vez ou outra viaja para o Sudeste a serviço de uma empresa, sempre que passa por Minas trás esse queijo curado... huuuuummmmm... Eu não sabia que ele era ideal para pão de queijo, da próxima vez vou tentar uma receita!!! E a goiabada daí é mais consistente, grossa, uma deliciaaaaaaaaaaa!!!

    Adoro!!!

    ResponderExcluir
  4. Deu agua na boca uai!!! bão demais sô!!!!
    Há 13 anos, eu "virei" mineira rsrsrs, e o queijo com goiabada não pode faltar lá em casa também, o maridão é mineiro nato e adora esse "romeu e julieta" e eu entrei nessa né só q engorrrrrrrrrrrrrrrrrdaaaa por demais então tenho q maneirar!!!! bjs bjs

    ResponderExcluir
  5. É, queijo com goiabada não é só em Minas não... Mas aqui no RS, nada melhor que um queijo serrano. Uma maravilha fácil de se achar aqui no interior de Caxias do Sul e que boa parte da minha família materna faz. Mas pela foto, é parecido com esse queijo cascudo...
    Deu vontade... E agora?

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lúcia!

    É trem bão, mermo! Adorei saber mais sobre o queijo de minas, e achei interessante essa forma de guardar os dias santos, distribuindo o leite para a vizinhança. Nunca fui a Minas, mas,gosto do que leio sobre os costumes dos mineiros. Um dia quero conhecer, e provar das delícias, na fonte, rsrs
    Romeu e Julieta? Gosto muito.Achei legal saber que o Maurício de Souza é que batizou assim, queijo com goiabada, rsrs
    Lindo post, amiga!

    Abração
    Paz e Bem!
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  7. É boa demais essa dupla!!!!
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  8. HUm........! amo muito tudo isso!

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner