Siga-nos por Email:

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

ATITUDES

O menino tinha seis anos e seu pai fora combater na 2ª guerra. Alemão ou austríaco, não me lembro. Deu a ele um tambor, antes da partida. Sua mãe transformou a casa em um bordel freqüentado por bêbados e milionários que não foram convocados ao combate. A atitude de desagrado dele (já que ninguém lhe dava ouvidos) era um batido característico em seu tambor e um grito tão estridente que chegava a quebrar vidros de janelas e utensílios pela casa. Resolveu que não queria mais crescer em protesto diante da situação surreal em que se transformou a sua vida.

Esse é o tema de um filme chamado O Tambor, que tive a grata felicidade de assistir há muito tempo e a infelicidade de nunca mais encontrá-lo em nenhum lugar, pois é daqueles que valem a pena ver muitas vezes.

As atitudes que tomamos ao longo da vida sejam surdas, mudas, sejam ruidosas, são necessárias tanto quanto respirar e alimentar. Momentos há em que a atitude funciona na base da ação e reação. Respondemos a um ataque ou a um estímulo qualquer com determinada atitude. Se conveniente ou não, só vamos saber depois do ato. Essa é a nossa parte instintiva, talvez. A nossa garantia de tentar a sobrevivência.

Por outro lado, há, no meu entender, as mais louváveis, que são as atitudes prévias ou planejadas, aquelas que denotam uma maturidade diante da vida. Não que seja necessário estarmos sempre na estressante missão de antecipar as coisas ou antever fatos e agir preventivamente. Mas, a partir do pensamento podemos nos prevenir de muito fato desagradável, ou brindarmos nosso dia posterior com fatos positivos. Exemplos? Milhões! Quem já não se pegou dizendo: - Puxa vida, se eu tivesse feito isso ou aquilo... Melhor pecar por excesso (de zelo). A omissão é mãe dos flagelos, dos aproveitadores e outros agentes causadores de sofrimento.

Tem umas comparações que a princípio podem parecer esdrúxulas, mas valem por alguma lição. Alguém já reparou em um balancete contábil, os termos usados no seu planejamento ou elaboração que retratam o cotidiano de uma empresa ou organização? Tem lá uns itens interessantes. As tais provisões: Reservas para os gastos previstos e os não previstos. Relacionam-se a precauções. Depois, no fechamento, vêm itens realizados e não realizados, com o respectivo resultado, positivo ou negativo indicando ao dono ou sócios com agir na próxima vez. Se vão ter sobras para gastar a bel prazer, se vão ter que reduzir gastos ou aumentar vendas e por aí afora.

A vida não é uma contabilidade, só precisa de um balanço de vez em quando.

7 comentários:

  1. Não vi o filme mas deu pra te uma idéia. E atitudes são marcantes nas nossas vidas... abração,linda semana!chica

    ResponderExcluir
  2. Já ando achando que a vida precisa de um balanço semanal...Hoje não sei que atitude tomar frente a um monte de coisas. Há dedos apontados pra gente o tempo inteiro, reparou isso? O mundo está precisando de um balanço, urgente.
    E eu sempre tento antecipar minhas atitudes, o que me desgasta muito. De vez em quando é bom deixar a vida nos levar...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Parece um filme interessantíssimo mesmo.
    Pois a vida é cheia dessas coisas, é preciso parar e observá-la pra perceber pequenos detalhes e significados.
    Essa é a beleza da vida, não?

    ResponderExcluir
  4. Cacá!
    Eu já vi O Tambor e achei interessante você lembrar dele para começar sua crônica. Aliás, muito bem escrita, como sempre.
    Eu tô com a Lucinha aí em cima, preciso parar tudo e fazer um balanço de vez em quando, pois tá difícil de segurar. hehe
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  5. Cacá, o filme me pareceu ser bem forte em seu contexto.
    Sua reflexao nos leva a analisarmos que mudar é preciso, que amadurecer é fundamental e que aprender a desestressar é importante.

    Olha, fiz uma pesquisa na internet e achei um link onde vc poderá encomendar esse DVD.

    http://www.interfilmes.com/filme_17916_o.tambor.html#Trailers

    Abracos

    ResponderExcluir
  6. Cacá, vi agora que o filme nao está disponivel, mas que vc poderá deixar seu email que eles te avisam qdo eles terao o filme novamente. É pela Submarino.

    Abracos

    ResponderExcluir
  7. Fazer balanços nem sempre é fácil, poq isso inclui ponderá nossos erros e acertos e descobrir qual deles pesou mais e vez ou outra decidi tomar novos rumos...

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner