Siga-nos por Email:

sábado, 30 de junho de 2012

MEU MELHOR MOMENTO


Meu melhor momento é aquele que ainda está por vir. Está nesse futuro que chamo de daqui a pouco ou amanhã, nada muito distante. O amadurecimento é eliminatório, eu acho. A gente, com o tempo, vai desclassificando algumas coisas que nos aconteceram, sem eliminar a sua positividade mas elegendo outras melhores, numa sucessão que seria o melhor dos mundos se alternassem só momentos bons com outros melhores ainda.

Não posso eleger meu melhor momento pelo que já vivi. Seria cometer muita injustiça com os bons instantes que a vida me proporcionou. Imagine eu dizer que foi quando me tornei pai? Da segunda vez, como ficaria o meu coração que ama minhas duas filhas igualmente? Se eu dissesse que foi quando escrevi o meu primeiro livro? E o carinho e dedicação com os demais? As primeiras vezes ficam mais fortemente guardadas, é verdade. No entanto há aqueles momentos em que a gente numa euforia breve acaba escolhendo um acontecimento como o melhor. Tudo bem, pode ter sido. Mas só daquele instante. Seria desprezar o potencial de coisas boas que a vida nos reserva para virem a ser os melhores momentos. Por isso eu escolho o presente como o meu melhor momento e se me permitem um trocadilho, o presente como o meu melhor presente.

Agora, se for imperativo ter que escolher um único momento, nem que seja só para que não me chamem de birrento, acho que foi quando eu nasci. Esse não tem chance de fazer reparos nem de se repetir.



PS: este texto foi publicado originalmente no blog pensando em família

Um comentário:

  1. Oi Caca
    Realmente, o dia do nascimento também considero o melhor momento, pois sem ele não aconteceriam outros, pois a vida só acontecesse se houver o primeiro suspiro.
    bjs

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner