Siga-nos por Email:

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Santo Antônio

 
13 de junho é dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro.
Não precisei apelar pra ele me arranjar um marido, mas conheço quem o fêz e, na verdade, se deu mal.
Ou bem, depende do ângulo que se olha, pois teve 3 filhos lindos.
António nasceu em Lisboa (Portugal) e morreu em Pádua (Itália), num 13 de junho. A igreja católica homenageia seus santos no dia de sua morte e geralmente com o nome do local onde está sepultado, daí Santo Antônio de Pádua, também conhecido como "de Lisboa". 
Seu nome de batismo era Fernando de Bulhões. Foi um grande estudioso e realizou grandes milagres.
A tradição de ser conhecido como casamenteiro deve-se ao fato de ter sido grande conciliador de casais.
Santo Antônio é reverenciado, nesse 13 de junho, em Portugal, onde junto a várias comemorações a 
Câmara Municipal costuma organizar, na Sé Patriarcal de Lisboa, o casamento de jovens noivos de origem modesta, conhecidos por "noivos de Santo António".
Ainda há um outro costume que é muito praticado pelos fiéis. Todo o dia 13 de Junho, certas igrejas distribuem aos pobres "pãezinhos de Santo António" que, segundo a tradição devem ser guardados dentro de uma lata de mantimentos, para que não falte comida durante o ano. (Já ganhei e guardei. O pãozinho se mantém sequinho, e vai se acabando aos poucos, já que endurece e se mistura ao mantimento -coloquei na vasilha onde guardo arroz - e vai se descascando, diminuindo, até acabar. Mas dura muitos meses.
Santo Antônio também é evocado para se encontrar objetos perdidos, como São Longuinho.
Enfim, o que basta é ter fé.
E como não custa nada dar um "empurrãozinho" para encontrar um amor, para quem passou o dia dos namorados sozinho/a, ou para quem reforçar seu amor:
Oração dos namorados


Grande amigo Santo Antônio, tu que és o protetor dos namorados, olha para mim, para a minha vida, para os meus anseios. Defende-me dos perigos, afasta de mim os fracassos, as desilusões, os desencantos. Faze que eu seja realista, confiante, digno(a) e alegre. Que eu saiba caminhar para o futuro e para a vida a dois com a vocação sagrada para formar uma família. Que meu namoro seja feliz e meu amor sem medidas. Que todos os namorados busquem a mútua compreensão, a comunhão de vida e o crescimento na fé.
Assim seja.
(Fotos e apoio no texto, Google) 


 

5 comentários:

  1. E essa crença nele para as casamenteiras vem de longe. É legal! Também não precisei dele,nem deu tempo,rsrs beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Lúcia,
    Não conhecia essa oração. Muito interessante.
    Outro aspecto curioso da data é o das simpatias. Não sei se ainda são realizadas, mas na minha juventude eram muito comuns. Simpatia para saber a inicial do nome do futuro marido, para saber quantos anos faltavam para o casório e muitas outras.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. E ontem à noite, empurrei o maridex para uma mega festa de Santo Antônio na maior igreja que tem aqui no bairro. A imagem do santo estava preparada para sair em procissão com centenas de fiéis que já estavam dentro e fora da mesma.
    Eu só olhei de longe, gosto de observar estas coisas, as manifestações de fé e cultural do nosso povo. Depois fomos na tal rua ao lado que tinha dezenas de barraquinhas com comidas e gente que não acabava mais.
    Conclusão: meio confusos com tudo aquilo, acabamos numa pizzaria mesmo, jantando e depois voltamos a pé pra casa.
    Nosso povo ainda tem muita ligação com estas coisas e acho que será assim por toda a vida, são crenças enraizadas e que as pessoas gostam de repetir, às vezes meio sem saber direito a história, como esta que você nos contou, mas apenas pelo ato de repetir o que os avós, os pais, a família deixaram para eles.
    beijinhos cariocas

    ResponderExcluir
  4. Eu não sou católica, mas adoro saber um pouco mais sobre os santos e suas história, isso é cultura e cultura sempre faz bem!

    ResponderExcluir
  5. Valei-me meu Santo Antônio! Eu preciso de um poema escrito no dia 13 de junho, para conquistar uma forrozeira esse ano! Obrigado por lembrar-me, Lúcia! Até mais!

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner