Siga-nos por Email:

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Cuidado com o cão: quando eu conheci um pit bull.

Nos últimos meses minha família ganhou dois novos membros e eu ando descobrindo o que é ter cunhada e cunhado. Cunhada é uma menina fofa, inteligente e leva meu irmão com graça, cunhado é um menino inteligente, muito gato, que tem paciência de Jó \o/, mas não é sobre eles especificamente que eu quero falar. Eu quero falar é sobre PIT BULL da cunhada.
Pois é, cunhada, moça doce, bem nascida, com pais super agradáveis, surpreendentemente tem como bichinho de estimação nada mais nada menos que um Pit Bull \o/. Aquela raça de CÃES ASSASSINOS, terrivelmente violentos, sequiosos por sangue e comedores de carne humana... etc e tal... Sim, tudo isso eu vivia dizendo a cunhada sobre o cachorro dela que para completar se chama Killer, pronto, na minha cabeça o cachorro da cunhada era praticamente O cão dos Baskervilles.



Para raiva e horror da cunhada eu não só pensava como dizia todos esses absurdos sobre Killer até ontem, quando por ocasião do aniversário dela fui convidada a conhecer a casa dela junto com toda a minha família. Chegando lá, adivinha quem foi nos recepcionar em primeira mão?? Ele mesmo o "Cão dos Baskervilles" em pessoa, o famoso Killer, confesso que eu quase tremi, quase, porque quando Killer olhou para a cara do meu pai reconheceu de imediato um amante de cachorros e começou a balançar o rabinho, olhou para minha irmã e deu logo a cabeça para ela acariciar, simpatizou comigo, ficou amigo de infância da minha mãe, nem eu escapei de ser mimada por ele. Esqueceram de informar a ele que pit bulls são cães assassinos e o cão assassino em potencial se revelou um menino doce, fofo, inocente da maldade do mundo e de todos os preconceitos que pesam sobre ele, a docilidade de Killer é de emocionar qualquer um. Impossível não se apaixonar por ele.

Cunhada legendou essa foto assim: "riqueza da minha vida".
Cunhada diz que ele é filho dela, que quando casar vai levar ele com ele, se alguém fala algo contra ele o olhar dela fica cinza automaticamente, diz logo "Killer não", já fica de mal humor, de cara amarrada, quase magoada. Diante de um incidente infeliz se supôs dar ele para outra pessoa, ela chorou todas as pitangas,  ligou para o namorado, brigou com a mãe e Killer ficou em casa, afinal é a "riqueza da vida dela" néh gente!!!

E sim, estou contando essa história porque sempre me impressiona a forma como os cachorros são sensíveis a personalidade de seus donos, nunca conheci uma pessoa realmente decente que tivesse um cachorro malvado ou cruel, nunca conheci uma pessoa cruel que tivesse um cachorro amável.... Me pergunto se existe uma raça assassina de cães ou uma raça de gente assassina que não sabe o que é ser responsável por outro ser.

E ninguém venha me dizer que isso é papo de gente doída que tem cem animais em casa, que gosta mais de bicho que de gente e etc e tal, porque esse não é meu caso. Decididamente não sou fã de cães e gatos, sou apenas uma pessoa que tem experiência com cães e gatos, que convive com eles desde sempre, meu pai adora, meus tios não vivem sem, minha melhor amiga é uma fã inveterada, Rambo é o filho dela, a alegria dela, o alivio dos dias cansativos dela. Ele é o meu sobrinho que me lambe e pula em cima de mim, tem aqueles olhos inocentes que só falta morrer de alegria quando vê a dona/mãe, é de emocionar o amor dele por ela.

Meu sobrinho: o Rambo, filho da Aline.
Mesmo não sendo fã de bichinhos eu sei o que esses seres oferecem aos humanos em matéria de afectividade e fidelidade. Posso dizer que uma pessoa que não presta para cuidar de um cachorro não presta para educar gente, uma pessoa que sabe cuidar realmente de um cachorro sabe cuidar de uma criança, sabe ser amiga.

Uma pessoa que detesta animais de todo tipo é uma pessoa com a qual devemos tomar cuidado, muito cuidado diga-se de passagem, claro que uma coisa é você não ser fã (eu o/), ter trauma, ser alérgica (eu o/) outra é você detestar, maltratar, ser cruel. Uma pessoa que chuta cachorro e joga água quente em gato não é uma pessoa confiável para NADA.

Enfim, conhecer de perto Killer, esse meninão que cresceu demais, que chora quando vê a dona, pula em cima da visita sem ter ciência de seu tamanho, abana o rabinho e tudo o mais me fez pensar que talvez não exista uma raça de cachorros violentos e sim uma raça de gente violenta e que antes de ter medo do cão é melhor ter medo do dono do cão, ele sim é o problema, todos os homens sabem que um cão pode  ser perigoso, mas tenho certeza que Killer e Rambo não fazem ideia de os homens  geralmente são perigosos.

Depois de escrever esse post fiquei pensando se a placa na casa da cunhada devia dizer "Pit Bulls: Cuidado com o Homem".

___

P.S.: As meninas me autorizaram a usar as fotos dos filhos delas, e claro que enquanto escrevia fiquei pensando na , que fala do Jorge como cunhada fala do Killer, como Aline fala de Rambo.

12 comentários:

  1. "Os animais não são tão animalescos como se pensa."

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Continuo gostando mais de bicho que de gente, e teu post só confirma o que penso, os bichos nos ensinam bem mais que as pessoas. O Killer te mostrou que ele é o que ele vive, ou seja, amor. Lindo post Pand, parabéns! Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Uma pessoa que chuta cachorro e joga água quente em gato não e uma pessoa confiável para NADA.

    É o que esperar de uma pessoa assim né Pandora??

    Esse seu post me emocionou, Pit Buls são lindos dóceis como qualquer animal, evidente que qualquer cão áprende tudo que é ensinado né? Se são domados para serem crueis serão crueis (isso independe da raça)

    Que bom tê-la por aqui Pandora, beijo no Killer e na mãe dela, afinal ele é TODA SUA RIQUEZA.

    Cheiro

    ResponderExcluir
  4. Verdade Manuel, os animais não são tão animalescos, os homens eu já não tenho tanta certeza!

    Fê, o Killer me mostrou quem ele é de cara, queria que as pessoas fossem como ele, francas.

    Obrigada Sônia, realmente o problema de alguns animais é o dono, violência independe da raça, depende de quem cria!

    ResponderExcluir
  5. Adorei a história do Killer, porque tem muito a ver com preconceito. Colocamos uma coisa na cabeça e achamos que aquilo é verdade, até verificarmos de perto. Chato que nem todo mundo dá essa chance.

    Adoro animais, amo de paixão e concordo contigo que quem não gosta de animais de graça, tem um "defeito de fabricação" na alma... rs... Eu sempre fico com um pé atrás... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  6. Pandora, eu caí no choro lendo seu post.
    entendo quem não é apaixonado por animais, mas jamais entenderei quem é mau a ponto de machucar um deles.
    Eu amo demais as minhas, amo os cachorros dos vizinhos, amei o Killer e o Rambo.E se não aceita minhas meninas não pode ser meu amigo.
    E tem mais: se maltrata um cachorro não quero perto de mim pois vai me maltratar também se tiver chance.
    E concordo com você: pé atrás sempre com quem não consegue ter misericórdia de um cão, ou de um animal seja ele qual for.

    Seu pai gosta de cães? Manda um alô pra ele pois já gostei de Painho rsrsrsrs
    Beijosssss

    ResponderExcluir
  7. Eu amo cães e já os tive, não consigo imaginar alguém maltratar um animal tão querido e amigo da gente, mas infelizmente há pessoas que têm animais apenas para subjugá-los e despejar neles suas insatisfações na vida.
    um beijo carioca

    ResponderExcluir
  8. Pandora, resolvi tirar o comentário porque ele conta um fato triste e seu post é muito lindo.
    Cada cão é um cão, sim, e a família que citei é amorosa, calma, unida, nada que atiçasse a ira do cão deles, que também era dócil até o dia do acontecido.
    Desculpa ter "enfeiado" um texto tão lindo e que fala de amor, como o seu.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia,Pandora!!

    Adorei seu texto!! Os animais são por incrível que pareça, muito parecidos com os donos...Recebemos o que damos na vida!
    Beijos pra ti!!
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
  10. Minha querida, vou repetir aqui o que eu disse lá no seu outro post...

    Discordo que não existam cães ruins. Da mesma forma que discordo qdo generalizam dizendo que nenhum ser humano presta... Sou contra qq tipo de generalização por que tudo na vida tem o lado bom e o ruim.

    Existem sim cachorros violentos e agressivos... Isso é fato! Como tb acredito muito que o meio faça o cachorro... Ambientes e donos saudáveis é igual a um cachorro saudável. Dificilmente um dono estressado terá um cachorro tranquilo...

    Da mesma forma não concordo qdo as pessoas dizem que quem não gosta de animais não deve ser boa coisa...

    Calma aí gente!

    Tá cheio de ser humano que ama bichos, plantas e não vale nada...

    Bato na tecla que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa... Cada coisa em seu lugar e sem generalizações, tudo nessa vida é relativo! ;)

    Ahhhh e antes que alguém pense em me crucificar não estou falando de mim, até pq eu amo cachorros...rs

    Bjbj
    She

    ResponderExcluir
  11. Lucia você não enfeiou meu post só trouxe outra visão, outra pespectiva o que decididamente amplia o horizonte, tras mais conteúdo... A vida não tem apenas uma forma néh?!

    Sempre se sinta a vontade para comentar o que você quiser sempre, seu comentário me fez refletir por outro angulo!

    She, respeito muito sua opinião, pensando direitinho o ser humano é tão vasto que generalizações são sempre perigosas e passiveis de erro.

    Mas, não é questão de pessoas que não gostam de animais são ruins, eu respeito quem não gosta, mas não consigo aceitar que uma pessoa que maltrata um cachorro, um gato ou qualquer ser vivo que não pode revidar a altura seja uma pessoa decente. Uma coisa é eu não gostar, outra é eu maltratar!

    Viviam com certeza os animais são parecidos com os donos!

    Elaine, obrigada pelo coments, como você entendo que não é apaixonado por animais, eu mesma não sou APAIXONADA AO EXTREMO, mas não consigo entender quem é mau a ponto de machucar, se machuca um cachorro o que não vai fazer comigo? É a primeira coisa que penso!

    Concordo Beth, tem gente que só tem animal para subjulga-los e isso é triste!

    Cheros meninas e obrigada pela atenção de vocês!!!

    ResponderExcluir
  12. Também não acredito que certas espécies estejam predestinadas a serem más, até os tigres podem ser domesticados. Já ouvi uma história de tigres adotados por monges tibetanos que faziam meditação. as fotos no email eram inacreditáveis.

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner