Siga-nos por Email:

sábado, 7 de maio de 2011

EM PONTO

a hora é uma senhoria
que sempre nos atropela
quem não se afina com ela
de conluio, perde o dia

de manhã, faz-se primeira
no interregno, madruga
cada segundo ela suga
consome cada centeia

nunca perde seu compasso
cumprindo tudo que jura
essa inglesa senhora

comprar a vista costuma
sem caridade nenhuma
ela paga e vai embora

7 comentários:

  1. Palmas, palmas, palmas, Moacir. A hora é senhora de si, de nós e do mundo. Meu abraço. paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. Minha mãe E sua Mãe
    Que ao dar a benção da vida, entregou a sua...
    Que ao lutar por seus filhos, esqueceu-se de si mesma...
    Que ao desejar o sucesso deles, abandonou seus anseios...
    Que ao vibrar com suas vitórias, esqueceu seu próprio mérito...
    Que ao receber injustiças, respondeu com seu amor...
    E que, ao relembrar o passado, só tem um pedido:
    DEUS, PROTEJA MEUS FILHOS, POR TODA A VIDA!
    Para você mãe, um mais que merecido:
    Feliz Dia das Mães!
    Você merece!!!
    Meu abraço meu carinho para você
    amado amigo.
    Feliz Dia Das Mães.
    beijos e beijos com infinita
    ternura,Evanir.
    www.aviagem1.blogspot.com

    Nosso Dia Das Mães..Brasil

    ResponderExcluir
  3. A hora é senhora e me persegue, estou sempre correndo dela ou contra ela, nem sei, mas o fato é que tudo hoje em dia tem esta senhora encabeçando e perdê-la de vista é fácil numa cidade complicada.
    Linda poesia Moacir, parabéns!
    bjs cariocas

    ResponderExcluir
  4. É, Moacir...A hora nos cobra cada segundo...rsrs
    Muito inspirado.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Cheguei aqui pela mão da minha amiga querida Nilce!

    Assim é, realmente o tempo voa. Cada hora vale ouro.

    Feliz Dia da Mãe.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  6. Ah, essa senhora D. Hora.
    Parece que persegue a todos e mesmo assim corremos atrás dela.
    Sensacional Moacir.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderExcluir
  7. Obrigado pelo carinho das horas, das senhoras horas, das senhoritas em minuto, em tempo escorregado nas bicas e telhas desse blog. Felicidade às mães - elas que não se prendem aos relógios e sabem
    que a cólica dos filhos e do mundo não respeita as madrugadas!
    Beijo a todas as "sem horas".
    Feliz dia das mães! Moacir Eduão

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner