Siga-nos por Email:

terça-feira, 31 de maio de 2011

Amor e Respeito por seu Semelhante - por Carlos Alberto...

foto do Google
Semana Passada essa foto foi manchete dos principais jornais e revistas.
Dois inocentes  foram alvos de uma rajada de balas em um duelo entre policias e bandidos, onde os policias estavam lá por  livre e expontânea vontade - afinal escolheram a profissão que queriam seguir, e sabiam dos riscos - e os cães "farejadores" nem  sabiam porque estavam ali   no olho do furacão, a única arma que tinham eram os dentes, não tinham a menor consiência que ao descobrir os ladrões pelo  cheiro poderiam  ser  assassinados, afinal por  mais inteligente que seja um  animal ainda não tem a cordenção   nem mãos humanas para  conduzir uma arma de fogo e muito   menos pressentirem o perigo, utilizando-se apenas do faro, não sabem que bandidos acuados respondem com rajadas de balas -.

Sob o meu ponto de vista, abandonar um animal a própria sorte nas ruas e expor um cão "farejador" a ladrões de arma em punho  tem o mesmo peso e a mesma medida - não há diferença -. Nesse confronto  não morreu nenhum policial ou marginal, os únicos que perderam a vida foram esses dois seres. Os jornais deram muita ênfase ao enterro - inédito - com todas as honras da Policia Militar, os condutores dos cães choravam ao demonstrar todo o seu amor por eles.  E tenho certeza que os amavam mesmo, o problema vai muito além disso....

 Cães farejadores ou inocentes a mercê do perigo? Claro que a beleza da homenagem prestadas ao cães e o sentimento dos condutores é de uma beleza e sensibilidade ímpar...

Carlos Alberto e Anne são duas pessoas que conheço virtualmente desde 2005, são  criaturas de uma beleza e amor aos animais raros de se ver (se  amam e se completam). Em 2007 recolherem mais um animal de rua, uma gatinha linda que batizaram de Francis, porém já  com sérios problemas de saúde que se agravam a cada dia, e nós aqui do outro lado acompanhávamos e ajudávamos da maneira  que podíamos: Com orações com doações, com pensamentos positivos, com o coração sangrando esperando que tudo terminasse bem. Carlos Alberto é um homem de poucas palavras e muitas ações de bondade, um dia quando ele não conseguia mais carregar a dor dentro de si, se trancou em uma sala onde tinha um computador (aos prantos) e escreveu esse texto:

Sei que isto é um desabafo, sei que você não vai ler, pois infelizmente somente o bicho homem tem este poder. Sei que você não ver minha lagrimas nem de sua mãe, nem de todos que estão torcendo por você, que ajudaram nestes dias a pagar o tratamento que lhe deu chance de ter a sua segunda vida. Mas mesmo assim quero deixar isto escrito aqui, pois quem sabe alguém um dia vai ler e saber o que aconteceu com você, e por que foi feito todo este movimento. Queria poder ter tido a oportunidade de lhe ter conhecido antes,num período em que você não estava tão debilitada, com esta doença que a cada dia lhe consome. Queria ter podido levar você antes ao veterinário e ouvir que você era saudável e feliz, mas não foi o que aconteceu, infelizmente.

Não sei de onde você saiu, quem foi sua mãe, nem onde você se alimentou, ou se escondia da chuva ou do frio. Não sei se você já deu cria alguma vez, apesar de parecer um filhote, mas descobrir que é pequena porque não teve a oportunidade de comer pelo menos uma ração. Mas o que mais me dói é saber que tudo isto acontece com animais e com seres humanos, pois na falsidade que permeia por ai, castrar um animal é ir contra a natureza dele, mas deixar ele abandonado na rua não? É o que então? Ir contra o aborto é moral, mas o que fazer com os farrapos humanos que ficam pelas ruas jogados, sem ter onde viver com o mínimo de dignidade?

Dignidade? Será que um dia você Francis teve alguma? Infelizmente te encontramos no final de tudo, onde nem sei se você soube o que era ser amada como os outros. Mas alguém lhe roubou isto, quando não lhe recolheram e cuidaram de você antes, quando não castraram sua mãe ou sua vó. Será que um dia alguém saberá o verdadeiro sentido da palavra dignidade.
Sei que muitas pessoas da instituição que chamamos de família estão nos criticando neste momento, por que estamos dispondo de tempo e recursos com você que é apenas um “bicho” para eles, mas pra mim, você foi uma lição de vida, de amor, e principalmente de responsabilidade, pois sei agora mais que nunca, que os animais tem que ter dignidade, lar e saúde, pois são seres vivos como nós.

Faço um apelo agora a todos os que realmente amam os animais, que não só fiquem na passividade, que realmente abracem a causa em proteção dos animais, e se tiver que mudar a forma de pensar em relação a castração de animais de rua, a colocar gatos em casas ou apartamentos cercados com grades nas janelas e portas, façam, a menos que queiram passar o que estamos passando aqui neste momento.

Francis, do fundo do coração, quero que você viva. Mas se o seu organismo realmente cansou de viver, descanse em paz e obrigado pelo pouco tempo que esteve aqui. Pra mim valeu cada centavo e cada segundo que você me deu o prazer de compartilhar contigo minha guerreira...
                               (Carlos Alberto) 12/11/07
Francis se foi no dia seguinte do desabafo do seu pai , talvéz seja uma utopia todas as palavras de Carlos, talvéz animais "Irracionais" e animais "racionais" nunca vivam no mesmo parâmetro de igualdade, talvéz o homem nunca dará o respeito que o seu semelhante mereça, talvéz uma crime contra um animal nunca será punido da forma que deveria ser, talvéz Carlos Alberto seja um sonhador, mas ele não é o único...
Claro que Carlos e Anne continuaram espelhando e espalhando o bem  por aí, a dor da partida de Francis foi imensa, mas fortaleceu ainda mais o casal. Algum tempo depois receberam dois presentes de Deus - Galak, um filho de quatro patas, lindo e louco e Isis a gatinha humana tão desejada (numa fase em que Anne discretamente já me fazia algumas peguntas sobre adoção) que convive desde o primeiro dia com todos os animais da casa , e nem por isso deixou de ser saudável.  Isis (caridade e companheirismo) sendo filha de Carlos e Anne herdará a maior herança que esse casal poderá deixar para ela na caminhada da vida -:
AMOR E RESPEITO POR SEU SEMELHANTE
Galak e Isis

11 comentários:

  1. Todos os seres vivos merecem respeito. Dese o animal homem a uma grama que é rasteira, que pode ou não ser pisoteada.
    Uma homenagem digna aos cães, mas e aí? Eles continuarão sempre na linha de fogo...
    Entendo o amor aos animais como um retrato nosso, como seres humanos. Embora conheça pessoas que tratam muito melhor seu cão do que os próprios filhos. Aí me pergunto se é "certo" ou "errado". Ou fica com a decisão de cada um.
    O mais importante é saber que animais são indefesos, até certo ponto. E cabe aos donos zelar por eles.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Lindo post de verdade.
    É como te disse certa vez no msn, não deixo de dar a uma criança para dar a um bicho, mas, concordo sim que são dignos de respeito, pelo menos, e muito amor.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Sonia, nao sei se vc acompanhou la' no BLOG a historia dos meus gatinhos-de-rua que eu cuido. Um deles sofreu um acidente e teve que ser operado as pressas e viram que ela estava gravida, fizeram a cesaria, tres bebes ficaram na incubadora... dois vieram aqui para casa... um morreu no primeiro dia... o outro sobreviveu ate' ontem... era muito PREMATURO. Chorei e dei meu amor a ele... enterrei no quintal de casa, junto com o irmaozinho-gato...
    Sofri e sofro sempre que lembro dele... agora estou com mais 4 bebes-gatos "morando" dentro do armario do meu marido (NAO ME PERGUNTE COMO ELE PERMITIU ISSO! KKKK) e estao crescendo e sendo alimentados pela outra mae-gata... e assim vai a vida... e assim apertam-se nossos coracoes...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Esta história é de facto comovente! Eu considero que o uso dos animais é uma violência contra os mesmos!
    Em minha casa os animais são tratados como família, eles dão atenção e carinho, eles precisam de atenção e carinho!
    Gostei muito.
    Manuela

    ResponderExcluir
  5. Sôniamiga

    Antes do mais, muito obrigado pela visita à Travessa que, a partir de agora também é vossa. É sempre um prazer ter novos visitante e novos (per)seguidores.

    Gosto de animais, gosto naturalmente de cães e até concordo com o quanto melhor conheço os homens, mais gosto dos cães; mas é preciso em meu entender acrescentar o quantitativo alguns a uns e outros.

    Tudo e todos têm a sua medida.

    Qjs = queijinhos = beijinhos

    ResponderExcluir
  6. @Renata C., UMA EXPATRIADA (esposa, mae, mulher...)
    Oi Renata,

    Que lindo seu gesto, uma vez adotamos uma com a barriga cheia de "presentinhos" ela morreu no partoe conseguimos salvar dois filhotinhos com mamadeira, leite especial e revesamento as madrugadas e dias inteiros.

    Vou ver os gatinhos lá

    beijo querida

    ResponderExcluir
  7. @Henrique ANTUNES FERREIRA

    Muito bom de ver aqui Henrique, obrigada!

    Adorei seu blog, e me verá lá muito..

    Abraço

    ResponderExcluir
  8. @Manuela Freitas

    ISSO Manoela, aqui também é assim, afinal filhos são filhos, não importando quantas patas tem rs.

    beijo .

    ResponderExcluir
  9. Emocionante o texto, aqui em casa hoje temos dois amigos de quatro patas, o Batatinha, um gato folgado rsrsrs e a Pirrita, cachorra ou cadela sei lá, uma menina fica melhor dizer... Acho que nós roubamos os dois da morte ou do sofrimento, Pi painho pegou na porta de um mercado pequena, desnutrida, cheia de carrapato e sendo machucada por crianças sadicas, é uma grande companheira de painho, ele chama ela de filha e Batatinha foi o gato mais mirrado da ninhada, a mãe rejeitou ele, meu irmão pegou e cáh está ele, gordo, folgado e um dono super altoritario, pq sim, ele tem certeza que é o dono da casa...

    Enfim, os dois são parte de nossa família, são respeitados e respeitam, são companheiros, quando todos vão dormir é Batatinha que fica do meu lado nas madrugadas extensas de leituras maçantes... Pi também não fica atrás, enfim são dois sobreviventes, enganaram a morte e estão conosco...

    Para quem tem algum amigo/irmão de quatro patas esse texto simplesmente emociona muito!!!

    ResponderExcluir
  10. Para quem tem algum amigo/irmão/Filho de quatro patas...

    Só eles irão entender o amor que estamos falando.

    Foi bom te ver de novo aqui linda Pandora. Volte sempre!

    ResponderExcluir
  11. to com vontade de chorar...
    buáááááááááa.

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner