Siga-nos por Email:

domingo, 15 de julho de 2012

LABIRINTO

Estou num labirinto extremamente complexo, posso continuar angustiada buscando a saída ou recomeçar tudo como não pude fazer antes. Bons ventos sopram para que eu continue agora, mesmo com a temperatura desfavorável, a estação em me encontro poderá ser proveitosa se eu souber ficar fria. Algo semelhante ao inverno: detesto levantar da cama quentinha e ter que usar tanta roupa, mas é melhor para comer, movimentar e dormir. Mas não tão semelhante assim, não temos controle das estações do ano, não dá pra trocar de estação como quem muda de canal, no máximo dá pra viajar e fugir do frio... só que meu labirinto não é uma estação, quer dizer, não sou obrigada a permanecer nele, posso simplesmente destruir tudo e guardar o que houve de bom. Posso fazer isso quando quiser, mas estou confusa. Não sei se entro ou saio, sinto que qualquer decisão que eu tome, e é até engraçado, vai dar certo, a diferença será o tempo que vou gastar entre uma e outra. Até posso optar pelas duas, se eu tiver frieza para esperar. Eis meu desafio: dominar minha ansiedade, minhas inquietações.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner