Siga-nos por Email:

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Personagens favoritos

Não consigo elencar o meu personagem favorito, aliais, favoritar as coisas é algo muito estranho para mim, afinal, não sou estática. Assim que mudo de ideologia mudo o meu gosto, e vou angariando um monte de coisas favoritas. Hoje porém, vou contar o porque de gostar de certos personagens.

Daenerys Targaryen:

Princesa da casa Targaryen, Daenerys é a ultima dragoa (kkkk) da série Game of thrones. Ela foi exilada quando pequena para fugir da morte pelos "golpistas" que usurparam o trono de seu pai. Cresceu no Oriente, e foi obrigada pelo seu irmão covarde, Viserys, a casar com Drogo, um rei, ou melhor Kal, tribal. Depois de perder o marido, o irmão e o filho, Dany choca ovos de dragão que havia ganho de presente de casamento. A partir daí ela parte pelo mundo conquistando cidades até voltar a Westeros para ocupar seu trono de ferro.

Na maioria das vezes, gosto de um personagem porque me identifico com ele, e esse é exatamente o caso da Dany. Ela começa a história como uma menina de treze anos inocente, dominada pelo irmão, mas se torna a kaleesi e com o passar da história ela cresce, e se torna muito determinada a conseguir o que ela quer: o trono de ferro. Comigo foi parecido, minha vó era muito dominadora, mas com o passar do tempo fui deixando pra trás essa dependência, e quem me conhece sabe que não sou de começar uma coisa e parar na metade. É claro que eu não queimaria ninguém, mesmo ela tendo matado meu filho e feito meu marido virar um vegetal, mas admiro a obstinação e o topete dela, sem falar que é fo*&% demais não ser queimada quando entra numa fogueira, e ser capaz de treinar dragões.

Elizabeth Bennet

Essa é a heroína do livro Orgulho e Preconceito. Lizzie vive no interior da Inglaterra, e é a segunda entre 5 filhas de um casal inglês muito típico (um homem inteligente e uma mulher frívola e chata) para a época. A moça e sua irmã mais velha são a exceção do estereótipo feminino da época, pois são sensatas e inteligentes, além de bonitas.  As duas por suas naturezas nobres acabam conseguindo casar com gentlemans e salvar a família de ir parar na rua da amargura após a futura morte do pai delas, afinal, elas nao tinham um irmão que lhes garantisse um teto, e por isso a herança do pai iria toda para um primo, o senhor Collins. É claro que elas passam por poucas e boas até conseguirem essa recompensa.

Com a Lizze até sinto uma identificação, porque sempre estive rodada por pessoas diferentes de mim, que valorizavam outras coisas, e não me compreendiam, mas eu gosto mesmo dela por outro motivo: ela não tem medo de enfrentar as consequências pelas coisas que diz, e nunca se deixa intimidar. A força dela é interior, e acho que de certa forma é superior à Dany nesse quesito.

Merlin:

Para não dizerem que só gosto de personagens femininos, vou citar esse personagem que me acompanhou na adolescência. Merlin teve muitas versões cinematográficas e literárias, mas a que mais gosto é a que Bernard Cornwell criou na saga "As crônicas de Arthur". O que ela tem demais? Bom, Merlin é um mago ranzinza, que adota várias crianças órfãs que foram agraciadas por um Deus da mitologia celta. Ele tenta restaurar o culto nesses deuses e expulsar o cristianismo da Grã Bretanha.  Durante os primeiros livros ele quase não aparece, pois vive sumindo em busca dos objetos sagrados que juntos chamariam atenção dos velhos deuses. Ele abriga Morgana, a irmã de Arthur, que um dia havia sido uma linda dama, mas foi retorcida pelo fogo e usa uma mascara de ferro. Os hábitos sexuais dele são os piores possiveis, mas o adoro porque é cínico, cara de pau e mete medo em qualquer um, Apesar de ser muito mais velho que a maioria dos personagens (ele devia ter em torno de 60 ou 70 anos quando a maioria se achava velho aos 40) exala uma aura de poder, que nem os monges cristãos conseguem combater. É do tipo que se você tentar debater com certeza vai sair da conversa humilhado. É muito culto, conhece toda a cultura ocidental e a despreza. Disse que entre os filósofos gregos só ouviu besteira, e constantemente se referia  com escárnio a Jesus como "o deus crucificado". Um dos seus bordões preferidos era: "não seja idiota Derfel!" e eu sempre morria de rir com isso, apesar do Derfel ser meu personagem favorito da história.

Derfel Cadarn

Derfel também é um personagem das Crônicas de Arthur. Ele que narra a história sobre o rei Arthur. No início, se chamava Wigga (eu acho) e era um saxão órfão e escravo dos britânicos. Um dia quando sua aldeia é atacada, um druida resolve sacrificá-lo num posso cheio de estacas para agradecer ao seu deus pela vitória. Entretanto, Derfel por uma baita sorte não morreu ao ser jogado no poço, e foi resgatado pessoalmente pelo mago Merlin, que era inimigo do tal druida. Wigga descobriu que por ter sobrevivido, era querido pelo deus a quem o tinham sacrificado, e que tinha poder sobre a vida do homem que o jogara no poço. Merlin o rebatizou de Derfel que significava: "pertence a um druida". A partir daí o garoto vira lanceiro, se apaixona por Nimue, outra garota adotada por Merlin que era querida por Manawidan. Acaba conhecendo Arthur, antes dele virar rei, desenvolve uma rixa com Lancelot e junta os trapinhos com uma princesa chamada Ceinwyin, a estrela de Powys (que devia ter casado com Arthur, e depois com Lancelot, mas por causa de uma pequena intervenção de Merlin e Nimue decide abandonar tudo e se juntar à Derfel). Chorei muito quando a filha deles morreu... mas enfim, o Derfel é especial para mim porque, ao mesmo tempo que ele é muito machão, ótimo guerreiro, e um pouco burro, ele é muito sensível quando o assunto é sua amada Ceynwin. Até perdeu um braço e se converteu ao cristianismo só pra salvar a "esposa" de uma mandinga. O legal desse livro, é que você pode perceber o sincretismo religioso do povo britânico. Derfel adorava Mitra, e queria a volta dos antigos deuses, mas acabou virando cristão.

Hum... esse post já está grandinho, acho que vou fazer uma mini-série sobre esses personagens que gosto que tal? semana que vem posto o resto. Fica para todos a dica dos livros. E você qual seu personagem favorito?

Um comentário:

  1. Eu tenho vários, vem lá vem cá falo sobre eles!!! Sou viciada em Austen, sou apaixonada pelos Perpétuos de Sandman, tenho um fraco Rick Riordan enfim... Literatura é de fazer aflorar paixões mesmo!!!

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner