Siga-nos por Email:

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Dominação




Bom, existem nesse mundo pessoas que precisam ter poder sobre outras. Seja por carência afetiva, por falta de autoestima ou mesmo sadismo, o importante para elas é submeter as pessoas que lhe interessam. Manipulam e se aproveitam dos pontos fracos dos seus "subordinados" querendo dar a eles a direção de suas vidas e que sejam perfeitos só para si(para os dominadores). Enxergam o outro como uma posse, um objeto e os sufocam.

O dominado quando nasce sob os cuidados do dominador, tem muito mais dificuldade de se libertar. Vai aprendendo o certo e o errado na visão deturpada de seu carcereiro, e é constantemente humilhado, mutilado (impedido de ser ele mesmo), cobrado demais e é uma pessoa que vive com culpa. Não enxerga os tentáculos do outro. Não tem forças para resistir. Espera a salvação, espera crescer e ser mais forte. E mesmo quando se liberta fisicamente, a mente de tão condicionada, demora anos para apreciar o gosto da liberdade.

É uma grande jornada aprender a amar sem querer dominar. Normalmente quem tenta ser o forte da relação não vê o outro como ele é. Não o ama porque não o compreende, e não o aceita por ser ele mesmo. Acho que foi por isso que cheguei à conclusão de que uma relação precisa ser entre iguais, quer dizer, com pessoas que tenham "poderes iguais" e que respeitem as diferenças umas das outras.

Acho que o único jeito de evitar uma situação dessas, é a pessoa conquistar o amor próprio. Só tendo consciência de quem é e se aceitando e amando a si mesmo que poderá ser forte e evitar se relacionar com dominadores. Até acho que seja normal ter ciúmes, mas não se pode viver pelo ciúme. Vai causar muito sofrimento à toa. Se seu parceiro te deixou, aceite. Pode ser que um dia vocês voltem, mas amarrar a pessoa a ti, só vai alimentar uma guerra infernal.

Eu sou do tipo que fujo de pessoas assim. Prefiro os mansos e pacíficos. Aliais, acho que ultimamente eu só tenho conhecido pessoas que se libertaram de prisões parecidas com as minhas, e parecem ser mais compreensivas quanto a esses problemas. E você já sofreu isso?

4 comentários:

  1. Eu também Aleska, prefiro os tipos pacíficos, mas tem gente que gosta de ser dominada, só existe um dominador quando existe alguém que curte ser dominado!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mais ou menos né? se você nasce filho de dominador você nao tem muita escolha.

      Excluir
    2. Eu me referir ao relacionamento homem/mulher. Isso é sempre escolha, por mais que haja quem diga que não tem escolha, sempre tem!!!

      Excluir
  2. Disse bem Aleska, é difícil amar sem dominar, digo isso pq sou extremamente possessiva e oideio que peguem no meu pé, ou seja, o marido sofre. No entanto, com os anos as coisas vão ficando mais pacifica no relacionamento, vc aprender a entender o outro lado tb. Hoje sou menos chata, mas confesso que preciso trabalhar muito pra não ser a dominadora!

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner