Siga-nos por Email:

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

A Semana Internacional do Livro


Realmente, realmente mesmo, nos últimos tempos os livros tem ocupado um papel central em minha vida. Semana passada esse foi meu assunto aqui e essa semana ele volta novamente a tona... To em um período muito leitora, por favor companheiros de virtualidade sejam pacientes comigo.

O fato é que segundo foi dito nas redes sociais essa é "A Semana Internacional do Livro", verdade ou mito, o blog Escritos Lisérgicos do Christian V. Louis propôs um desafio aos seus leitores e desse desafio partiu o mote para esse post.

Para saber do que se trata o desafio do Christian, basta clicar no nome do blog dele e o link direciona para o post, achei fácil e divertido. Além de prever um bom resultado para o domingo.

Quanto a mim também não quero deixar passar essa data em branco, então resolvi repetir aqui o que fiz no próprio face, ou seja uma listinha de alguns autores nacionais que publicaram seus textos de forma independente cujo trabalho eu cheguei a conhecer e tenho em minha estante.


Vamos a eles, o post pode ficar longo, mas, espero que não chegue a doer em quem vai ler.

Eu conheci a Gil Ordonio no arquivo, ela foi um amor e no final de nosso papo literário ela me surpreendeu me oferecendo seu livro como presente. Desnudando a Alma, é um conjunto de poesias através das quais ela fala sobre a vida, seus amigos, seus seres amados, cenas do cotidiano de uma recifense recém formada em jornalismo que escreve com simplicidade e clareza. Ela também é blogueira e escreve no Gil Ordonio - Poemas para uma vida melhor!


Reza a lenda que ser mãe é acumular culpas e é sobre essas culpas que trata o divertido "Culpa de Mãe". Eu acho esse livro ótimo, li em um dia e a protagonista me levou do amor ao ódio com uma facilidade!!! A Vanessa disponibiliza o livro em e-book e grátis, eu super indico para quem gosta de ler para refletir, mas não dispensa uma boa gargalhada.

Ah, eu confesso que sou leitora de antigamente, prefiro o impresso, então há muito tempo fiz questão de adquirir o meu exemplar.

O Vidas, não sei bem se o Vidas é da turma dos independentes, o que sei é que ele é um livro que nasceu blog, que foi fruto de um concurso realizado pela Elaine Gaspareto do Um pouco de Mim e é uma coletânea de contos feitos por autores blogueiros.

Eu já contei um pouco da história desse livro, você pode conferir aqui, ele é parte de um projeto lindo do qual tenho a honra de ter participado. E pode ser adquirido no site da Digitexto.

O arcanjo Isabelito entrou na minha vida através do blog da Elaine Gaspareto, foi um sorteio que participei e por um milagre ganhei. Foi o meu primeiro prêmio bloguistico e não poderia ser melhor. O livro é um conjunto de crônicas do dia-a-dia. O Cacá me lembra muito o Machado de Assis, irônico, sarcástico, mordaz.

É um livro que não se esgota na primeira leitura, é do tipo que você deixa dentro da bolsa para ler em qualquer momento do dia e pensar... E reler... E pensar novamente... O  mundo é um lugar muito estranho as vezes ou quase sempre.

Ah, sim, o Cacá costuma escrever no Uai, mundo? O blog do Cacá e aqui no Em Quantos, então já é nosso conhecido


Por fim, o ultimo livro escrito por um autor independente do século XXI que adicionei a minha lista foi o 11 Noites Insones do Christian V. Louis. Um livro escrito por um autor muito jovem, mas que se leva muito a sério assim como a sua arte e mostra isso com uma firmeza incomum aos que estão antes dos 20.

O livro do Christian faz pensar que 11 Noites é tempo suficiente para se conhecer pessoas diferentes, por em dúvida vários paradigmas e quem sabe até mudar os rumos da vida de alguém.

Enfim, essa é minha pequena homenagem aos autores nacionais na Semana Internacional do livro... Que venham mais livros que minha coleção de livros nacionais escritos do século XX para cá, tanto quanto minha sobrinha Aisa cuja lembrança do chá de bebê está ilustrando a foto, quer e vai crescer forte, saudável e linda.


16 comentários:

  1. Os famosos livros de Jaci. Quantas vezes eu já não me peguei namorando-os e até babando-os. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cunhada, esteja a vontade na minha estante viu!!!

      Excluir
  2. Como disse lá no facebook, achei a sua ideia muito legal. É bom dar espaço para os autores nacionais, principalmente àqueles que publicam seus livros de forma independente. Há muita gente boa por aí que não tem o devido reconhecimento. É uma pena.
    Eu queria muito ler esse livro do Christian. :D

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também penso isso Erica, são pessoas corajosas que enfrentam o desafio de tirar seus escritos da gaveta e dar a cara a tapa. Eu admiro muito essa turma, tenho tido vontade de utilizar meu espaço no Em Quantos para falar desses autores, mas de uma forma diferente das usuais resenhas... Enfim... estou tentando entender como.

      E sim, há muita gente boa por ai!!!

      Excluir
  3. Sempre que leio seus posts sobre livros, fico meio envergonhada pq nao conheço a maioria rs. Eu acho que essa semana internacional do livro é verdade mesmo pq vai ter um evento no museu da republica daqui sobre essa semana. beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que os livros são muito centrais em minha vida, se vc ver a situação do meu quarto cai para trás... rsrsrs... Mas relaxe eu morro de inveja descaradamente de sua capacidade criativa!!!

      E menos mal que de fato é a Semana do Livro \o/

      Excluir
    2. pois é, minha alma é uma cornucópia kkkkk

      Excluir
  4. Estou até com vergonha Jaci, praticamente não leio livros independentes!! Vou anotar todos da sua lista para poder ler!

    Bjs, Mi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu aprendi a ler Mi, para variar, para tentar conhecer formas mais ousadas e mais maduras de narrativas fora do ciclo da moda das grandes editoras.... Algumas vezes a gente se depara com coisas interessantes!!!

      Excluir
  5. Também não conheço a maioria dos livros que mostrou, mas tenho o "Culpa de Mãe" aqui, foi minha primeira leitura do ano, e a Vanessa escreve bem como poucos ;)

    O que me assusta um pouco nos livros independentes é que a revisão às vezes é problemática, e eu sou chato mesmo, mas bons autores podem ser encontrados.

    PS: eu não sabia que era a semana do livro. Mas sempre é tempo ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você apontou um detalhe importante Luciano, realmente a revisão é deficiente no caso dos livros independentes, assim como em algumas editoras como a Dracaena, por exemplo. Muitos leitores frisam isso e dizem que não atrapalha a leitura, mas atrapalha sim, a gente sabe que atrapalha, você está dentro de um bom texto como o da Kamile Girão (ultima autora que li) e de repente uma falha ocorre, putz da até raiva.

      E há outro fator, alguns autores são iniciantes e você sente que eles ainda tem um caminho a seguir no aprimoramento da escrita, ainda não são maduros.

      Mas eu passo por cima lindamente desses problemas, sou uma leitora sem vergonha em muitos sentidos e em outros sou tolerante mesmo kkkk...

      Cheros Luciano, obrigada pela presença e você não é chato, talvez seja apenas velhinho.

      Excluir
    2. *A revisão é deficiente em alguns caso, já encontrei livros independentes bem revisados.

      Excluir
    3. Concordo. Também já tive em mãos boas obras independentes, mas estas editoras que vendem a publicação deveriam tomar um cuidado maior né, afinal a revisão está dentro do pacote...

      Excluir
  6. Que legal! Quero entrar nessa lista hein!

    Revisão... Todo livro que eu li tem erro, todo, alguns disfarçados em liberdade poética... As revisões são feitas uma sobre a outra, a diferença é que uma editora sai lançando reimpressões com mais rapidez. Eu li a terceira reimpressão de "A Garota dos Pés de Vidro" e achei vários erros. E os mais comuns são de tradução, especialmente no uso de cacófatos... Eu odeio cacófato, tira o ritmo da leitura... "Ela tinha" não pode passar pela revisão.

    Vou lançar meu livro mês que vem, duas pessoas me ajudaram na revisão, outro ainda ajudará, mesmo assim um ou outro erro talvez passe.

    Ah, meu livro é TODO independente. Eu sou editor registrado, fiz a capa, a diagramação, tudo... rs. Só na revisão recebi ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flávio, comentei com o Luciano essa questão da revisão a titulo de dialogo de um leitor para outro. Mas dificilmente vc vai me ver pontuar algo a respeito em resenhas ou posts sobre livros.

      E sim, espero sim ter você em minha lista, é uma honra ter em mãos livros que foram "paridos" com sangue, suor e sorrisos... deixemos as lágrimas para quem ler e se emociona néh?!?!?

      Excluir
    2. Ahhh, escrever é uma soma de emoções... rs. Inexiste livro escrito sem lágrimas e sorrisos, mas deixo a maior quantidade para os leitores... :D

      Excluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner